Como planejar o 2019 de sua empresa?

O ano está chegando ao fim, e é neste momento que as empresas começam a pensar nas suas estratégias para o ano seguinte. Esta é uma prática comum nos grandes negócios, mas pouco utilizada nas micro e pequenas empresas, que por uma série de fatores acabam gerindo a empresa no dia a dia, sem muitos planos futuros.

Não importa o tamanho do negócio, planejar é preciso. E para que este planejamento seja real e mais assertivo é necessário olhar para o passado.

Para as empresas que mantém controles internos atualizados, olhar para os registros do ano que está encerrando, servirá como base para traçar as metas e estratégias do ano que se aproxima. Saber o desempenho financeiro mês a mês, os níveis de estoques, o desempenho de vendas, os produtos mais procurados, o perfil do cliente, as ações dos concorrentes, a eficácia das ações de propaganda, entre outros dados importantes, ajudarão o empreendedor a pensar nos erros e acertos, para que a nova estratégia seja ainda melhor.

Assim o diagnóstico é o primeiro passo, mas não só olhar para os registros internos da empresa, olhar o cenário político, econômico e social do país, da região e de sua cidade. Olhar as tendências e os movimento econômicos e mercadológicos. Neste ano de 2019 temos um fator ainda mais importante, a mudança no panorama político, há troca de governadores e do presidente da república, que virá com uma proposta econômica muito diferente da atual. Desta forma novas oportunidades irão surgir para algumas empresas, e outras irão desaparecer para outros tipos de negócio.

Após o exercício de diagnóstico, parte-se para previsão futura. O que a empresa quer nos próximos 12 meses? É importante não ficar preso às questões comerciais, e traçar como objetivo apenas os volumes de venda. Deve-se pensar no quadro humano, como desenvolvê-lo? Olhar o planejamento financeiro: como manter a saúde financeira em dia, e porque não, investir? Olhar o posicionamento da empresa na mente dos consumidores: como se destacar em um mar de concorrentes?

São muitos os objetivos a serem elencados no planejamento anual, e todos eles devem sempre respeitar a missão, a visão e os valores da empresa, elementos estes que são norteadores para toda e qualquer ação do negócio.

Na hora de pôr o planejamento no papel, o que é importante? Ser realista. Ser quantificável. Ter cronograma. Ter orçamento. Ter controle e compartilhar com toda equipe.

O exercício de pensar o 2019 começa agora, antecipar é melhor que socorrer. Para tudo isso descrito acima, existem ferramentas estratégicas e gerenciais capazes de facilitar todo o trabalho e trazer maior assertividade nas decisões. Não basta feeling, tem que ter técnica.

 

Guilherme Vivaldi

Consultor Estratégico

Mais Empresas Consultoria Empresarial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *